A atividade industrial brasileira é um potencial mercado para se investir, que apresenta um cardápio variado de segmentos, movimentando bilhões de reais anualmente e empregando milhares de pessoas pelos quatro cantos do país. Uma fábrica à venda é uma oportunidade para empreendedores que estão engajados no sucesso profissional e que querem fazer a diferença por um setor econômico nacional ainda mais forte, sobretudo para o período pós-pandemia de Covid-19.

 

No Brasil, a indústria, ao lado do agronegócio e do setor terciário, o qual são considerados comércio e serviços, formam os três pilares que sustentam e fazem funcionar a engrenagem econômica nacional. Segundo a Confederação Nacional da Indústria (CNI), o setor representa 20,9% do PIB brasileiro, e responde por 70,1% das exportações de bens e serviços e por mais de 30% dos tributos federais, descartando dessa conta as receitas previdenciárias.

 

Nos últimos anos, algumas crises externas e internas impactaram diretamente na atividade industrial, mas, aos poucos, os empreendimentos vão retomando a produção e aquecendo novamente o mercado. A própria CNI admite o novo cenário e enxerga, com otimismo, um futuro promissor, pois desde o último mês de maio, mesmo estando em uma pandemia, o setor industrial tem conseguido melhores resultados mês a mês, com a produção voltando praticamente ao que era antes da chegada do novo coronavírus.

 

Portanto, se pretende investir em uma fábrica à venda, o momento é o melhor possível para avaliar o assunto com carinho. Mas antes de qualquer decisão é preciso conhecer mais sobre esse mercado e definir as melhores opções para iniciar o empreendimento. Continue a leitura e bons negócios!

 

Fábrica à venda: o que é a indústria brasileira

 

Para investir em uma fábrica à venda é preciso, antes de qualquer decisão, conhecer o mercado no qual se deseja entrar. Em qualquer atividade a competitividade é alta, pois o consumidor exige por qualidade. Contudo, no ramo industrial isso fica mais ainda evidente no dia a dia, tendo em vista, entre outros fatores de mercado, a concorrência sempre muito ativa de outras fábricas, sobretudo originárias do exterior.

 

No Brasil, a história da atividade industrial começou no século XX – embora os primeiros registros no mundo tenham sido ainda no século XVIII – na década de 1930, com a produção de café. De lá pra cá, mudanças ocorreram e, hoje, temos um setor pulsante e, como já mencionado, promissor.

 

Existem diferentes áreas de atuação, pois a indústria é classificada em três tipos:

  • – Indústrias de base/produção
  • – Indústrias de bens intermediários
  • – Indústrias de bens de consumo

 

Indústria de base/produção: são os empreendimentos que transformam matéria-prima bruta em matéria-prima processada para ser usada em outros ramos.

 

Indústria de bens intermediários: são responsáveis pela produção de produtos que serão usados pela indústria de bens de consumo. Um exemplo de produção são os variados tipos de máquinas e equipamentos.

 

Indústria de bens de consumo: são aquelas que transformam a matéria-prima processada em produto final e o direciona ao consumidor.

 

Entre os principais tipos de indústrias no Brasil estão a extrativa, de transformação, alimentícia, construção civil e energética. Se em algum desses ramos você encontrar uma fábrica à venda saiba que estará diante de um mercado com potencial no país.

 

 

Encontre negócios à venda

 

Indústria 4.0

                         

Um termo muito usado quando se fala em atividade industrial é “Indústria 4.0”. Também mencionada pela literatura como a Quarta Revolução Industrial, ela significa a produção de bens totalmente atrelada à tecnologia. O objetivo é unir aspectos físicos, digitais e biológicos através de diferentes tipos de tecnologia, como Inteligência Artificial (IA), Internet das Coisas (IoT) e Sistemas Ciber Físicos (CPS).

 

Embora pareça um assunto ainda distante para o Brasil, ele é cada vez mais falado e, aos poucos, aplicado por grandes multinacionais. Por aqui, a Indústria 4.0 começou a ser trabalhada com mais seriedade em 2017, com a criação do Grupo de Trabalho para a Indústria 4.0 (GTI 4.0), que reúne associações, indústrias e o governo para uma discussão ampla, eficaz e democrática para que essa nova era industrial seja implantada com o máximo de benefício para os empreendimentos, operários e consumidor final.

 

De acordo com a Associação Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), a quarta revolução pode trazer resultados expressivos para as fábricas brasileiras, sendo o principal a redução de custos anuais de, no mínimo, R$ 73 bilhões. Além disso, a associação também acredita em ganhos com qualidade de produção, agilidade e menor consumo de energia.

 

É possível aplicar este conceito em um novo empreendimento, mas é preciso destacar que, além do investimento em tecnologia, é necessário levar em consideração outros fatores, sendo um dos principais o pátio de produção, que deverá ter condições estruturais para colocar em prática a Indústria 4.0. Se esse é o seu objetivo, saiba que a fábrica à venda não pode ser qualquer fábrica, mas sim, um local que favoreça a modernização do ambiente.

 

Investindo no setor industrial

 

Após a explicação sobre a atividade industrial no Brasil e o conceito de Indústria 4.0, agora é o momento de falar sobre como transformar o anúncio de “fábrica à venda” em um novo empreendimento. Depois de pesquisar a fundo sobre o setor em que pretende atuar, o investidor deverá avaliar o seu capital financeiro e classificá-lo em três:

 

  • – Investimento fixo: investimento em estrutura física, como móveis e máquinas.
  • – Investimento pré-operacional: custo essencial, porém, não se resume à bens fixos. São despesas como regularização, marketing e treinamento de pessoal.
  • – Capital de giro: é uma espécie de reserva para suprir o fluxo de caixa até que a empresa recupere os investimentos iniciais e se torne autossustentável.

 

É possível investir em uma indústria pela internet?

 

Investir em uma indústria não é tão simples quanto investir em um comércio lojista ou em um veículo, por exemplo, mas, sim, respondendo à pergunta deste tópico, é possível adquirir uma fábrica à venda pela internet. Existem sites especializados em anúncios de empreendimentos que estão à venda, e não é diferente no caso de indústrias.

 

No meuBiZ, plataforma referência nesse tipo de comercialização, o investidor encontra variados tipos de indústrias em diferentes localidades como São Paulo (SP), Serra (ES) e Araguari (MG).

 

Na página, é possível filtrar por “Indústrias” e escolher o estado onde deseja investir. É possível encontrar fábricas nos ramos da construção civil, agronegócio, cosméticos, entretenimento e alimentos. Acesse o site, faça uma boa pesquisa e encontre a melhor opção de investimento

 

 

Encontre negócios à venda

 


Veja mais:

Academia à venda – Conheça as oportunidades no setor

Brasil empresas – como empreender com menor risco

Negócios lucrativos – como encontrar empresas para investir

Fazenda à venda: como investir no setor agrícola

Salões de beleza à venda são bons negócios para empreender

6 dicas para escolher um bom imóvel comercial

Quiz de personalidade – analise seu padrão comportamental para o empreendedorismo

Teste de personalidade – Como elevar suas chances no mercado

Bom negócio RJ – Como empreender um bom negócio no RJ

Depósito de gás é um bom negócio para empreender

6 dicas para escolher um bom imóvel comercial

Salões de beleza são bons negócios para empreender

Passando o Ponto Comercial – Como colocar o ponto à venda

Afinal de contas, comprar uma empresa é um bom negócio