O ano de 2020 está sendo marcado por inúmeros desafios, inclusive para os empresários que estão reinventando os seus negócios, sempre com muita criatividade para que eles continuem sustentáveis no curto e no longo prazo. Uma alternativa que pode ser bem interessante para a saúde financeira é a fusão de empresas.

 

Cada vez mais a fusão de empresas tem sido realizada como uma alternativa de ganha-ganha para todos os envolvidos. Mas você sabe o que é isso?

 

1. Entendendo o que é fusão de empresas

 

No geral, a fusão de empresas acontece entre duas organizações distintas, fazendo com que elas se juntem e formem uma única empresa como o objetivo de trazer vantagens para ambas.

 

Por isso, é necessário distinguir incorporação de fusão:

 

  • Incorporação: empresa A é incorporada (integrada) pela empresa B, deixando de existir a empresa A e ficando apenas a empresa B em formato mais expandido (robusto).

 

  • Fusão: empresa A e a empresa B realizam uma fusão, gerando uma nova empresa C.

 

Desta forma, fica claro que a fusão envolve uma mudança muito profunda para todas as partes envolvidas, pois nasce uma nova empresa que não segue, necessariamente, os mesmos processos e fluxos de alguma das empresas à venda envolvidas.

 

2. Principais desafios da fusão de empresas

 

Unir duas empresas diferentes com culturas organizacionais distintas e criar uma organização nova vai gerar inúmeros desafios, mas que certamente também trará excelentes resultados. Por isso, é necessário estar consciente de que, apesar da potencialização de resultados que a fusão de empresas pode trazer, é necessário fazer esta parceria com muito planejamento para poder colher esses resultados positivos. Vamos destacar aqui alguns destes obstáculos:

 

a) Dificuldades na transformação da cultura organizacional

 

A cultura organizacional é algo particular de cada empresa que inclui seu propósito, seus objetivos, valores, dentre outros. Algumas empresas têm uma cultura organizacional mais flexível, outras são mais tradicionais. Quando empresa A se funde com a empresa B gerando, assim, uma nova empresa C surge com ela uma nova cultura organizacional. E isso pode ser um grande desafio durante a fusão de empresas.

 

Por isso, antes de implementar novos processos, é fundamental pensar na integração dos colaboradores. Se as pessoas estiverem alinhadas à nova cultura, certamente ficará mais simples integrar também os processos, por exemplo.

 

b) Integração de processos

 

Na fusão de empresas é necessário criar ou definir como serão os novos processos. O que é isso? Os processos estão relacionados como determinada empresa trabalha. Algumas empresas têm os processos mais flexíveis, com pouco uso de sistemas e softwares. Outras, por sua vez, têm os processos mais rígidos e burocráticos. Definir como esta nova empresa vai realizar as suas atividades do dia a dia é fundamental e, ainda: fazer com que as pessoas estejam alinhadas com esta nova forma.

 

3. Principais vantagens da fusão de empresas

 

Você está percebendo que quando falamos de fusão de empresas, 1+1>2. Ou seja, a fusão de empresas é muito maior que apenas a soma das duas empresas que foram fundidas. O grande objetivo é criar algo diferente e, obviamente, maior. Dentre as principais vantagens, tem-se:

 

a) Ampliação de mercado

 

No geral quando acontece a fusão de empresas, há uma ampliação de mercado, pois a nova empresa que surge é mais pujante e, com isso, há uma diversificação da atuação, de mercados e de ponto comercial.

 

Além disso, funde-se também os dois portfólios de clientes e, assim, aumenta-se naturalmente o número de clientes. E, no geral, como as empresas não vendem exatamente o mesmo produto e/ou serviço, é possível potencializar a receita com cada um desses clientes, aumentando a conversão das vendas.

 

b) Redução dos custos

 

Fusão de empresas envolve, necessariamente, reestruturação e isso significa, muitas vezes, uma otimização dos processos que gera uma diminuição dos desperdícios, assim como resolução de gargalos. Com esta nova estrutura mais enxuta e otimizada, há uma redução significativa nos custos.

 

c) Ampliação das receitas

 

Com o surgimento desta nova empresa cujo mercado é muito mais amplo, além da estrutura estar mais otimizada, há uma grande expectativa de aumento da geração de um bom negócio. A fusão de empresas se beneficia de toda a expertise das empresas, além das suas lições aprendidas para surgir, então, uma nova empresa com um grande potencial, inclusive de geração de receitas.

 

4. Encontrando oportunidades para a fusão de empresas

 

Agora que ficou claro que realizar uma fusão de empresas pode ser uma opção extremamente vantajosa para o seu negócio, provavelmente surge a pergunta: onde encontrar oportunidades de negócio e empresas interessantes para avaliar a possibilidade de uma fusão com a minha empresa?

 

A forma mais eficiente e segura para encontrar empresas disponíveis, tanto para a realização de fusão como outros tipos de formatos, por exemplo, como a venda é através de plataformas especializadas. Na plataforma de venda de empresas do meuBIZ é possível criar um anúncio específico sobre o tipo de parceria que deseja, como fusão de empresas. E, a partir daí, é só aguardar as propostas e avaliar os diferentes perfis dos parceiros.

 

Ficou interessado e quer saber mais como fazer uma fusão de empresas com o seu negócio? Acesse agora a plataforma de venda de empresas do meuBIZ e coloque a sua empresa à venda.

 

Ou assine nossa newsletter para acompanhar dicas e posts sobre o mercado. 

 


Veja mais:

Quero comprar uma empresa: como fazer?

Depósito de gás é um bom negócio para empreender?

Quiz de personalidade: analise seu padrão comportamental

Bom negócio: como comprar uma empresa bem-sucedida

Fusões e Aquisições crescem 4,9% no Brasil