Realizar a aquisição de empresas em momentos de crise pode ser uma solução de investimento e também uma forma de voltar ao mercado. Nessa época, os preços estão mais baixos e os riscos de adquirir um negócio em andamento podem ser menores do que montar uma empresa desde o início. Um negócio em andamento já possui uma base de clientes e fornecedores estabelecida e isso cria uma certa estabilidade inicial.

 

Vantagens da aquisição de empresas

 

Uma das vantagens de se adquirir uma empresa é a segurança do investimento. Como dissemos, um negócio em andamento e estabelecido já passou pela etapa de “teste de mercado”. Se é lucrativo, provavelmente o modelo do negócio já tenha sido testado com sucesso.

 

Isso garante que você não perca tempo e dinheiro para testar um novo modelo, em um novo local, para novos clientes e com novos fornecedores. Essa é outra vantagens que se tem com a aquisição de uma empresa em operação: lista de fornecedores estabelecidos, carteira de clientes, um estabelecimento montado e posição de mercado. É claro que você não vai encontrar um negócio perfeito em todos os seus aspectos, mas poderá adiantar um bom tempo adquirindo, ao invés de abrindo um negócio do zero.

 

O que se aprende em uma aquisição de empresas?

 

Independente do ramo ou das condições que a empresa esteja, o importante é que toda operação seja bem conduzida. Você pode optar por conduzi-la de maneira autônoma ou contar com o apoio de profissionais com qualidade e experiência de mercado, os chamados brokers ou corretores de negócios.

 

Esses profissionais podem evitar que você caia em ciladas e proporcionar um processo adequado, assessorando desde a busca por uma oportunidade de investimento até a conclusão da aquisição. Além disso, os brokers podem auxiliá-lo também na compreensão do preço justo do negócio.  Vale ressaltar que este tipo de profissional atua recebendo uma comissão sobre o valor da transação.

 

Por onde começar?

 

Não adianta dar o primeiro passo sem saber o que está procurando. O processo de aquisição de empresas começa por compreender o que você busca, através do conhecimento do seu perfil empreendedor/investidor, do seu currículo, conhecimentos e habilidades, das suas expectativas e do grau de envolvimento que terá no negócio.

 

A partir disso você terá um excelente ponto de partida, sabendo o que quer e também o que não quer. Isso é muito importante, pois evita perder tempo com oportunidades que não lhe trarão benefício.

 

Saiba se você tem o perfil para empreender.

 

A negociação

 

Antes de fechar a aquisição, o comprador precisa apresentar uma proposta de compra, deixando em aberto a possibilidade de negociação entre as partes. A negociação não envolve somente o valor da operação, mas também o que será entregue, como será entregue e como se dará a transição.

 

Com um acordo entre as partes, dá-se início ao processo ao fechamento da operação através de um contrato que define, de maneira detalhada, todas as operações envolvidas na aquisição. Detalhe até mesmo as alternativas no caso de desistência da compra da empresa. Deve-se estabelecer também o prazo para que o comprador realize a auditoria, visando observar se a empresa é exatamente como apresentado pelo vendedor.

 

Concluindo com a auditoria do negócio

 

A auditoria é um daqueles pontos críticos de todo o processo de aquisição de uma empresa. É a etapa da auditoria que garantirá que você não entre numa fria. Estabeleça a lista de documentos necessários para a sua conferência, proponha participar do dia a dia do negócio durante um período, converse com clientes, fornecedores e parceiros, solicite o apoio do seu contador e também do advogado.

 

Como você terá acesso a informações reservadas, deve respeitar o sigilo e o zelo na relação com o vendedor. Seja amistoso e compreenda que nem sempre é possível fazer tudo o que o negócio merece para ser bem sucedido.

 

Conheça todos os seis passos para fazer a aquisição de empresas.

 

 


 

Veja mais

Ponto do negócio: empresa facilita a venda de pontos comerciais

Aquisição de empresas: 5 diretrizes para evitar o insucesso

Como executar a sua estratégia para sair de vez da crise?