Seja em tempos de crise ou não, empreender faz parte do cotidiano de grande parte dos brasileiros. Abrir um bom negócio acaba sendo uma alternativa, seja por vocação ou necessidade. Porém, neste post vamos analisar as vantagens de comprar uma empresa e entender a mudança do paradigma do “quero abrir” para o “quero comprar”. Vamos lá?

 

O contexto do empreendedorismo no Brasil

 

Como falado anteriormente, empreender é o sonho de muitos brasileiros. É o que revelou a pesquisa Global Entrepreneurship Monitor (GEM 2018) sobre o empreendedorismo no Brasil. Em 2018, o empreendedorismo total no Brasil foi de 38%. Ou seja, em cada cinco brasileiros adultos, dois eram empreendedores. A partir dessa taxa estima-se que, aproximadamente, 52 milhões de brasileiros entre 18 e 64 anos estavam liderando alguma atividade empreendedora, tanto na criação e consolidação de um novo negócio ou, ainda, realizando esforços para a manutenção de negócios já estabelecidos. 

 

Porém, de encontro a esse perfil e sonho, tem-se uma outra realidade: a taxa de mortalidade das empresas brasileiras. Um estudo do IBGE de 2017 analisou a dinâmica empresarial através de diversos indicadores, tais como: entrada, saída, reentrada e sobrevivência das empresas no mercado, estatísticas das empresas de alto crescimento, além de outros indicadores. Em relação a taxa de saída, a pesquisa revelou um percentual de 15,7%. Para entender o que este número indica, a taxa de entrada do mesmo período foi de 15,2%. Ou seja, o saldo acabou sendo negativo, totalizando menos 22.932 empresas. 

 

Assim, apesar de empreender ser o desejo de grande parte dos brasileiros, a realidade acaba sendo, muitas vezes, complexa e o pesadelo de precisar encerrar o negócio acaba fazendo parte, também, do cotidiano do empreendedor. 

 

Por que os novos negócios podem falhar?

 

Como foi visto, começar um negócio do zero pode ser uma tarefa extremamente arriscada. E não apenas por causa do perfil do empreendedor, mas também por diversas variáveis externas. No geral, um novo negócio não dá certo porque:

 

  • – Falta de planejamento
  • – Análise de mercado inexistente ou superficial
  • – Falta de sustentabilidade do negócio
  • – Inexperiência e/ou despreparo por parte do empresário
  • – Ausência de espírito empreendedor
  • – Desmotivação

 

Ou seja, a abertura de uma empresa tem diversos riscos acrescidos que acabam gerando um contexto inseguro para os futuros empresários. 

 

Comprar uma empresa: o caminho mais seguro

 

As fusões e aquisições têm crescido no Brasil. Mas, como foi visto, além do risco e outras variáveis, há muito trabalho com a abertura de uma nova empresa como, por exemplo:

 

  • – escolha do ponto comercial
  • – definição da identidade visual
  • – criação e fortalecimento da marca
  • – seleção de fornecedores
  • – treinamento de funcionários
  • – compra de equipamentos

 

Ou seja, essas são algumas das diversas etapas para a abertura de um novo negócio. Por isso, comprar uma empresa já em funcionamento pode ser uma decisão muito mais estratégica e com resultados muito maiores. 

 

Quais são as vantagens em comprar um negócio já em funcionamento? A primeira grande vantagem é comprar um negócio com um histórico de resultados: ou seja, não é necessário construir uma empresa do zero, mas sim um negócio que já está ativo e, com isso, ganha-se muito tempo (e, obviamente, os resultados), além de reduzir os riscos. 

 

Alguns exemplos de como comprar uma empresa:

 

  • – Empresa em operação: empresa (ou parte dela) em pleno funcionamento com uma carteira de clientes já ativa, além de histórico de receita. Nesta venda podem estar inclusos, por exemplo, os bens tangíveis (veículos, máquinas e equipamentos), assim como os bens intangíveis (marca, patente e carteira ativa de clientes).

 

  • – Repasse de franquia: a compra de uma franquia já aberta e em operação.

 

  • Passo o ponto: negócio operando com capacidade reduzida ou fechado. Trata-se da venda do direito de utilização de propriedade comercial (incluindo a transferência do contrato de aluguel). Bens como máquinas e equipamentos podem ser incluídos ou não. O valor da negociação é geralmente chamado de “luvas” e corresponde ao preço da estrutura montada em um determinado local (exemplo: benfeitorias, instalações, móveis, máquinas e equipamentos) e que está pronta para ser utilizada por um novo locatário/proprietário (não inclui a venda do imóvel).

 

Essas são apenas algumas das formas para comprar uma empresa e, desta forma, minimizar os riscos relacionados com o alto índice de mortalidade das empresas brasileiras. 

 

Quero comprar uma empresa: como fazer?

 

Agora que ficou evidente que comprar uma empresa em funcionamento pode ser uma opção extremamente vantajosa, provavelmente surge a pergunta: quero comprar, mas onde achar empresas que estejam à venda?

 

A forma mais eficiente e segura para encontrar empresas disponíveis para a venda é através de plataformas especializadas. Através da plataforma “quero comprar empresas do meuBIZ é possível ter pesquisar empresas à venda e ter acesso a centenas de negócios diferentes. Além disso, com os filtros, é possível definir exatamente o negócio que se encaixa com cada perfil empreendedor.

 

Neste filtro é possível definir, por exemplo:

  • – Qual tipo de negócio
  • – Local
  • – Quais os limites de investimento que deseja fazer

 

Só para ter uma ideia da grande variedade de opções de negócios: utilizando-se como referência a opção “Empresa em operação” na cidade de São Paulo (SP): apresenta-se mais de 450 (quatrocentas e cinquenta) variedades de empresas disponíveis. 

 

Ficou interessado e quer saber mais como comprar uma empresa? Acesse agora a plataforma Quero comprar empresas do meuBIZ e encontre o negócio perfeito para você. Assine o nosso newsletter do blog e acompanhe nossas dicas e posts sobre o mercado.

 

 


Veja mais:

Depósito de gás é um bom negócio para empreender?

Quiz de personalidade: analise seu padrão comportamental

Bom negócio: como comprar uma empresa bem-sucedida

Fusões e aquisições crescem 4,9% no Brasil

Teste de personalidade – Como elevar suas chances no mercado

Teste de temperamento – Avalie seu comportamento profissional

Os tipos de temperamento podem influenciar sua carreira